Desde o final de abril, os pacientes do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), pertencente à Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, podem acessar o resultado de seus exames de qualquer lugar, bastando utilizar um código e uma senha fornecidos no momento que antecede a coleta.

Tal modernização foi possível graças à utilização de um sistema gerenciador que permite a segurança dos dados e realiza toda gestão laboratorial, gerando estatísticas, fazendo monitoramento por indicadores e interfaceando exames.

– Nós já possuíamos um sistema, porém era tímido, visto que tinha a finalidade de oferecer, apenas dentro da unidade, a visualização dos laudos. Após participar de um congresso de análises clínicas conheci esse novo modelo de informatização, que nos foi oferecido, e me impressionei com a qualidade, equivalente aos existentes em hospitais privados. Conversei, então, com a governança que abraçou o projeto e se tornou um agente facilitador na implementação-, informou a chefe do Serviço de Patologia Clínica, Mauricéa Romero.

A responsável pelo setor fez questão, ainda, de ressaltar os principais benefícios desta nova ferramenta tanto para o paciente quanto para os profissionais da saúde:

– Os laudos são disponibilizados na internet assim que são assinados pela equipe multiprofissional do laboratório, composta por técnicos, biólogos, biomédicos e farmacêuticos. Esta forma de acesso favorece, primeiramente, o usuário que visualiza seus exames de qualquer lugar, podendo retornar ao seu médico com o laudo já em mãos. Além disso, desta maneira, podemos diminuir a impressão de papel, que representa economia e sustentabilidade. Já os médicos poderão analisar os resultados dos cidadãos fora da instituição, se assim desejarem, tornando o processo mais prático. Por fim, otimizamos assim o trabalho das recepcionistas do laboratório que conseguirão ser direcionadas para realização de outras atividades.

Artigo original: https://www.gov.br/ebserh/pt-br/hospitais-universitarios/regiao-sudeste/hugg-unirio/comunicacao/noticias/usuarios-do-hugg-podem-acessar-de-casa-resultados-de-exames